AddThis Social Bookmark Button

adoracao sincera"Sendo assim, aproximemo-nos de Deus com um coração sincero e com plena convicção de fé, tendo os corações aspergidos para nos purificar de uma consciência culpada e tendo os nossos corpos lavados com água pura." (Hebreus 10:22)

"Os três testes" que mostram se estamos preparados para adoração:

1º Teste "...aproximemo-nos de Deus com um coração sincero..." 
Devemos chegar com coração transparente – em outras palavras, hipocrisia e adoração não ocorrem ao mesmo tempo. Somos como livros abertos diante de Deus. Portanto, a pergunta é: "Qual é a condição de nosso coração?"

2º Teste "...com plena convicção de fé..." 
Devemos chegar com coração confiante – não adoramos por causa de nossa bondade, mas por causa de nossa fé na perfeição de Cristo. Nossa segurança e certeza é Cristo.

3º Teste "...tendo os corações aspergidos para nos purificar de uma consciência culpada e tendo os nossos corpos lavados com água pura." 
Devemos chegar com coração grato – Jesus Cristo nos proporciona adoração porque temos sido purificados. Aos olhos do Pai, estamos com Cristo assentados nos lugares celestiais. Agora, o texto não está dizendo que devemos literalmente nos lavar ou tomar banho antes da adoração, apesar de não ser uma má ideia, especialmente para aqueles ao seu redor no culto. Nós nos aproximamos de Deus para adorá-lO com coração grato porque nossos pecados têm sido lavados e tornados alvos mais que a neve.

No verso 23 de João 4 está escrito: "Mas vem a hora e já chegou, em que os verdadeiros adoradores adorarão o Pai em espírito e em verdade; porque são estes que o Pai procura para seus adoradores."

Você viu? A quem que o Pai procura para Seus adoradores? Pastores? Missionários? Irmãos ricos? Irmãos talentosos? O inteligente? Os influentes? Não! Esses são os que nós procuraríamos. Mas Deus procura adoradores transparentes, confiantes e gratos!

Imagine Deus desejando ter comunhão com você. Mas, como somos egoístas! Geralmente vamos à igreja para ver o que podemos ganhar lá. Lemos a Bíblia para recebermos alguma bênção. Oramos para que Deus cumpra nossos desejos. Pense bem: seja a igreja, nossos devocionais, culto – julgamos tudo para ver que proveito ou lucro teremos!

A questão na adoração não é: "Ganhei algo com isso?," mas: "O que eu ofereci?"

 

Stephen Davey

(Parte da mensagem "Encontrando a Joia Perdida", em pdf)

 


Imprimir   Email

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

Vão ao mundo inteiro e anunciem as boas-novas a todos.